CHRISTUS BABY

2012



Crie glitters aqui!


A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus FELIZ 2012!!!
"Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender" (Augusto Cury)

*♥*´¯`*.¸¸.*´¯`**♥*´¯`*.¸¸.*´¯`**♥*´¯`*.¸¸.*´¯`**♥*´¯`*.¸¸.*´¯`*

É Brincando que se adquiri conhecimento!

BLOG - Cristiângela Ribeiro Soares

ESTADOS E CIDADES ONLINE NO MOMENTO


free stats

Christus Baby

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Dança da Cadeira
Infantil  IV            
Educadoras: 
Cristiângela e Solange         Turma:  A 
Remédios e Jarcira                   Turma:  B     

Objetivo: Reconhecer a escrita de seu nome dentre a escrita dos nomes de todos os colegas. 
Materiais: Fichas com a escrita de todos os nomes ( uma para cada nome ) e cadeiras. 
Procedimentos:
  • O professor propõe às crianças que façam um círculo com as cadeiras.

  • Depois distribui as fichas com os nomes para que as crianças fixem as nas cadeiras.  
  • Inicia-se a dança das cadeiras onde ao término da música cada um deverá sentar na cadeira ondeconsta a ficha com o seu nome.

  Todos já escolheram a sua cadeirinha

     Vamos ficar atentos?

    Chegou o momento da música
  
                   
                             
  Será se  Ryan Adiel e Ana Paula sentaram na cadeirinha certa?

   E a Layane acho que ela errou o seu lugar.Vamos ajuda-la?

    Essas princesas desenvolveram bem a percepção  .
   
                                          






  Tia Remédios dando continuidade a brincadeira.

                             
  








  Sugestão de Avaliação: Realizar a brincadeira diversas vezes sempre  trocando as cadeiras de lugar.
 FICA  AI   MINHAS  AMIGAS  EDUCADORAS  A  SUGESTÃO.

FONTE:  http://pt.scribd.com/doc/6834585/APOSTILA-DE-BRINCADEIRAS


domingo, 29 de janeiro de 2012

 O PROFESSOR E AS NOVAS TECNOLOGIAS
Na aurora do século XXI, necessitam os professores estar preparados para interagir com uma geração mais atualizada e mais informada, porque os modernos meios de comunicação, liderados pela Internet, permitem o acesso instantâneo à informação e os alunos têm mais facilidade para buscar conhecimento por meio da tecnologia colocada à sua disposição.
Os procedimentos didáticos, nesta nova realidade, devem privilegiar a construção coletiva dos conhecimentos, mediados pela tecnologia, na qual o professor é um partícipe pró-ativo que intermedia e orienta esta construção.
Trata-se de uma inovação pedagógica fundamentada no construtivismo sociointeracionista que, com os recursos da informática, levará o educador a ter muito mais oportunidade de compreender os processos mentais, os conceitos e as estratégias utilizadas pelo aluno e, com esse conhecimento, mediar e contribuir de maneira mais efetiva nesse processo de construção do conhecimento, como sugere Valente, (1999, p.22).  Diante desta realidade, torna-se necessário que as escolas passem a trabalhar visando a formação de cidadãos capazes de lidar, de modo crítico e criativo, com a tecnologia no seu dia-a-dia. Cabendo à escola
esta função, ela deve utilizar como meio facilitador do processo de ensino-aprendizagem a própria tecnologia com base nos princípios da Tecnologia Educacional. 


SITES COM INFORMAÇÔES SOBRE EDUCAÇÃO
  • www.miniweb.com.br/index.html
  • bve.cibec.inep.gov.br/Biblioteca.htm
  • www.jcwilke.hpg.ig.com.br
  • www.planetaeducação.com.br/professores/
  • www.educabrasil.com.br/eb/
  • www.futuro.usp.br
  • www.centroefeducacional.com.br
  • www.ines.org.br
  • www.stuygs.net/portuges
  • www.10emtudo.globo.com
  • www.uol.com.br/aprendiz
  • www.futuro.usp.br
  • www.mec.gov.br


DICAS PARA AS CRIANÇAS E JOVENS NA INTERNET


Algumas Dicas de Uso
1 - Lembre-se que na Internet você nunca pode ter certeza sobre com quem você está conversando. Infelizmente, muitas pessoas mentem e alguém que se diz ser uma criança pode na verdade ser um adulto perigoso.

2 - Nunca divulgue informações sobre sua vida, como por exemplo seu último nome, seu número de telefone, onde você vive, ou onde é sua escola - sem perguntar primeiro para seus pais. Desconfie daqueles que querem saber muito sobre você, pois mesmo com poucas informações as pessoas podem descobrir onde você mora. 

3 - Tenha em mente as regras de segurança quando estiver on-line: seu comportamento e os sites da Web que você visita determinarão em grande parte sua segurança on-line. Sempre siga as regras de uso da Internet, esteja você em casa, na escola, na biblioteca ou em outros lugares. Elas existem para garantir que você possa se divertir de maneira segura na internet. 

4 - Sempre mostre respeito aos outros: trate as pessoas que estão on-line como você gostaria de ser tratado. Nunca envie mensagens de e-mail ofensivas ou desagradáveis. Lembre-se de que qualquer coisa que você escrever ou enviar on-line pode ser reenviado a outras pessoas - até mesmo seus pais ou sua escola! Portanto, não diga nada que você não queira que os outros o ouçam dizer. 

5 - Fazer planos para encontrar seus amigos de Internet na vida real normalmente é uma idéia muito ruim - não concorde com isso - porque as pessoas na vida real podem ser muito diferentes do que elas dizem que são pelo computador. Se você decidir encontrá-los, leve seus pais com você e encorage seu amigo virtual a fazer o mesmo. Esta é uma idéia inteligente. No mínimo, faça com que seus amigos reais estejam sabendo o que você vai fazer.

6 - Desligue o computador se não se sentir confortável. Se alguém com quem você conversar ou alguma coisa que você vir quando estiver on-line o fizer se sentir desconfortável ou com medo, simplesmente feche o navegador e desligue o computador. Se você não fornecer informações suas a ninguém, ele ou ela não poderá ameaçá-lo, e você poderá simplesmente ignorar a pessoa (ou bloqueá-la) no futuro. Sempre avise aos seus pais ou professores se você se sentir com medo ou for ameaçado quando estiver on-line - eles sabem o que fazer. 

7 - Se você receber e-mails suspeitos, arquivos ou fotos de alguém que você não conhece, remova-os para a lata de lixo. Você poderia ter muito que perder confiando em alguém você não conhece. Do mesmo modo, evite clicar nas URLs que lhe parecem suspeitas.

8 - Nunca distribua suas senhas para outros colegas. 

9 - Nunca faça nada que possa custar dinheiro à sua família, como por exemplo compras online, a não ser que haja algum de seus pais ajudando você a fazer isto.

10 - Antes de você conversar com um desconhecido na Internet sobre algum problema que você está tendo, ou algo que você está sentindo, tente antes falar com um parente compreensivo ou um amigo e deixe-os saberem o que você está sentindo. Eles são um recurso melhor, mais confiável que um estranho em uma de bate papo. 

11 - Evite entrar em salas de bate papo (chats) que parecem provocantes ou de muita discussão, e não deixa as pessoas online usarem o truque de fazer você pensar neles como amigos da vida real se você nunca os conheceu pessoalmente. E também não deixe as pessoas o envolverem em brigas online. Se você for procurar problemas na Internet, você achará isto, e coisas podem sair do controle rapidamente. 




FAÇA UM CONTRATO DE USO DA INTERNET COM SEU FILHO 
 



Muitas famílias descobriram que criar um tipo de "Termo de Compromisso" com regras para uso da internet em conjunto com seus filhos ajuda as crianças a terem uma boa experiência construtiva na Internet e a aceitarem melhor as orientações dos pais. Uma das maneiras é fazer uma reunião em família, onde todos concordem em rascunhar um termo de compromisso entre pais e filhos. Também pode-se chamar de Acordo ou Contrato. Algumas famílias imprimem o documento no computador e assinam em conjunto com as crianças.
Veja abaixo um pequeno exemplo. Sinta-se encorajada a criar o seu próprio contrato, com pontos que façam mais sentido para sua família. Você pode encontrar mais alguns exemplos de contrato nos sites:
SafeKids.Com - Family Contracts for Online Safety,
Smart Parent.Com - Children's Pledge to Online Safety






SEGURANÇA ON-LINE
CONTRATO DAS CRIANÇAS NA INTERNET


1. Eu SEMPRE falarei com meus pais imediatamente se alguma coisa estiver confusa ou parecer assustador ou ameaçador. 
2. Eu NUNCA darei meu nome completo, endereço, número do telefone, nome de minha escola ou sua localização, horário, senha, ou quaisquer informação de identificação quando eu estiver online. Eu sempre consultarei um adulto antes no caso de alguma exceção. 
3. Eu NUNCA terei um encontro com alguém que eu só conheço pela Internet. Em casos raros, antes perguntarei aos meus pais o que eles acham, e se eu decidir conhecer um colega da internet, eu terei certeza de nós nos encontrarmos em um lugar público e que um pai ou um guardião estará comigo. 
4. Eu NUNCA responderei a qualquer mensagem que use palavrões ruins ou palavras que me pareçam assustadoras, ameaçadoras ou estranhas. Se eu receber esse tipo de mensagem, eu a imprimirei e mostrarei para um adulto. Se eu for incomodado em uma sala de bate papo, eu usarei o botão "ignore" ou sairei dessa sala de bate papo. 
5. Eu NUNCA irei para um website que custe dinheiro, ou farei compras via internet, sem primeiro pedir permissão aos meus pais ou professor. 
6. Eu NUNCA enviarei uma foto pela Internet ou pelo correio normal para ninguém sem a permissão de meus pais. 
7. Eu NUNCA enviarei o número do cartão de crédito dos meus pais sem a autorização dos meus pais.

Assinatura da criança_______________________ Data______



Assinaturas dos pais__________________
Data______ 
 

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

CHRISTUS BABY 2012 RETORNANDO DAS FÉRIAS

Nossa escola está de volta!

Estamos retornando das férias para iniciarmos mais um ano letivo, que seja com muita disposição, alegria e amizade!!!

Teve início nessa quarta-feira dia 25 de janeiro de 2012 as atividades com turminha da educação infantil.

É com grande alegria que nós do Educandário

Christus iniciamos mais um ano letivo e queremos

agradecer-lhes mais uma vez a confiança a nós depositada, através da oportunidade de participarmos da educação de vossos filhos (as)

Foi uma manhã de encontro com muita alegria por parte das crianças veteranas, mas também com muito choro por parte das crianças novatas.

No decorrer do ano, muito ensinaremos, porém, muito aprenderemos com nossas crianças que são o principal objetivo de nosso esforço.

Sejam bem vindos queridos alunos.






MAIS FOTOS NO SITE


FOTOS-Sílvio Vieira


Adaptação

Crianças pequenas choram no primeiro dia de aula, porém o período de adaptação pode durar até uma semana.

A mãe fica apreensiva e quer entrar junto, ou muitas vezes acaba levando a criança embora e no dia seguinte a criança chora para não ir para a escola e a mãe cede não levando. Isso faz com que a criança demore muito mais a se ambientar.

Caso a mãe entre na sala de aula no primeiro dia, deixe-a instruída a incentivar a criança a brincar com os coleguinhas, jamais deixá-la todo o tempo no colo pois isso a impede de interagir mais livremente com os novos amigos e com os brinquedos, e a levar a criança para a escola TODOS os dias

Rosely Brito

Psicopedagoga clinica



segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

PALESTRA - TEMA MOTIVAÇÃO

Palestrante Renato

Se você pensa que você pode, ou se você pensar que você não pode,você está certo!
Henry Ford

MOTIVAÇÃO- PROFESSOR X ALUNO
Ao falarmos em motivação no processo de aprendizagem escolar, é extremamente relevante salientar a relação professor x aluno, pois o modo como esse relacionamento se dá vai dimensionar e direcionar a questão da motivação.

Um professor, consciente de seu papel, sabe que sua tarefa é orientar o aluno em seu aprendizado, tornando-o mais crítico, buscando sempre seu êxito e não seu fracasso. Sua relação com os alunos é uma relação profissional, que deve potencializar o aprendizado amplo, isto é, de conteúdo moral, ético, estético e outros, que inevitavelmente permeiam as aulas, ou como temas transversais, ou como assuntos que transcendam os currículos.

Referindo-se à motivação em sala de aula, Tapia & Fita (1999, p. 107) escrevem: “(...) é necessário que o professor transmita valores de forma explícita. Devemos lutar contra a tendência de deixar isso exclusivamente nas mãos dos ‘especialistas’, professores de religião, ética. Essa tarefa deve ser assumida por todos os professores”.

Por outro lado, segundo Paulo Freire, não se pode conseguir que o aluno passe da ingenuidade intelectual à criticidade, prescindindo de uma formação ética aliada à estética (FREIRE, 2002, p. 36). Isso deve interessá-lo pelo menos tanto quanto interessa ao vendedor que visa não só não espantar seus clientes, mas até fazer com que comprem e levem mais do que tinham a intenção de comprar (MORALES, 1998, p. 13).

O professor é um profissional como outro qualquer (do ponto de vista meramente trabalhista), mas tem uma função, uma “missão” que é o seu diferencial: ele exerce grande influência sobre a formação da personalidade e do caráter de seus alunos. Seu modo de lidar com eles, de interagir com a turma durante as aulas, vai transmitir-lhes muito mais do que o simples conteúdo das disciplinas e pode deixar marcas para o resto de suas vidas. Essas marcas podem ter um cunho positivo ou negativo.

A motivação dos alunos se vê notavelmente influenciada pelo clima em que vivem e pelo ambiente que se respira na escola, pelas normas de funcionamento, pelos valores que dependem da atuação dos professores individualmente e em equipe.
Existem quatro grandes classes de motivação:
1. Motivação relacionada com a tarefa, onde a própria matéria de estudo desperta ao
indivíduo uma atração que o impulsiona a vencer obstáculos.
2. Motivação relacionada com o eu, com a auto-estima. A aprendizagem inclui
muitos aspectos afetivos.
3. Motivação centrada na valorização social. Satisfação afetiva que produz
aceitação dos outros, como aplausos.
4. Motivação que aponta para a conquista de recompensas externas, como prêmios,
dinheiro, etc.
Em todas os alunos encontram a necessidade de alcançar determinado objetivo, tentando evitar o fracasso. O comportamento desses alunos costuma ser diferente, os alunos que se apresentam mais motivados pela necessidade de conquista:
•Selecionam problemas com desafios moderados.
•Esforçam-se diante de problemas difíceis.
•Diminuem sua motivação se alcançam êxito com muita facilidade.
•Respondem melhor as tarefas com maiores desafios.
•Costumam conseguir melhores qualificações.

Já os alunos que se motivam pela necessidade de evitar o fracasso:
•Escolhem problemas fáceis
•Desanimam com o fracasso
•Respondem melhor as tarefas com menores desafios.

MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA
A motivação intrínseca refere-se a escolha e realização de determinada atividade por sua própria causa, por esta ser interessante, atraente ou, de alguma forma, geradora de satisfação. Um indivíduo intrinsecamente motivado procura novidade, entretenimento, satisfação da curiosidade, oportunidade para exercitar novas habilidades e obter domínio.
A motivação de crianças e de adolescentes na escola não é intrínseca, fato esse que não deveria causar surpresa visto que a escola não prioriza essa orientação, preocupando-se com a transmissão de conteúdos, no desenvolvimento de habilidades, na avaliação do desempenho através de notas, dando ênfase aos motivadores extrínsecos.
A motivação intrínseca é a motivação na qual a pessoa faz algo por se sentir recompensada diretamente pela realização da tarefa.

MOTIVAÇÃO EXTRÍNSECA
A motivação extrínseca tem sido definida como a motivação para trabalhar em resposta a algo externo a tarefa ou atividade, como para a obtenção de recompensas materiais ou sociais, de reconhecimento, objetivando atender os comandos ou pressões de outras pessoas, para demonstrar competências ou habilidades.

POSTURA DO PROFESSOR

DICAS:

  • Respeite os alunos;
  • Dignifique os alunos;
  • Controle suas emoções;
  • Mantenha uma voz calma;
  • Contato visual;
  • Elogios correção;
  • Estímulos;
  • Escute antes de disciplinar;
  • Dê instruções;
  • Evite confronto com alunos;
  • Elimine o uso de ameaças;
  • Seja objetivo, não critico;
  • Comunique claramente o que você quer e espera;
  • Passe bastante tempo entre seus alunos;
  • Esforce-se em obter o envolvimento;



terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Confraternização do Educandário Christus-Educação Infantil


Quão importante torna-se a Escola ...
Nossa segunda casa,onde encontramos pessoas que farão parte de nossas vidas para sempre...
Desde a cozinheira, no preparo da merenda,da faxineira, que com cuidado arruma a sala que utilizamos,as pesoas da secretaria, enfim, todos os funcionários que trabalham para concretizar nossos sonhos escolares em realidade e vida.
Direção,funcionários e professores, que efetivamente se preocupam em construírem pessoas mais solidárias, autênticas e felizes; se preocupam com todos os passos que percorremos e como trilhamos nossos caminhos...
Escola, casa sagrada; que conduz mentes humanas a serem mais fortes e perseverantes, a construírem novas formas de vida e escolha. Agradecer a Escola(Direção, Funcionários e Professores), é agradecer a pessoas que lutam por uma sociedade mais soberana!
Felizes somos por termos a Escola!

ALFABETO


Aline Barros