CHRISTUS BABY

2012



Crie glitters aqui!


A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus FELIZ 2012!!!
"Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender" (Augusto Cury)

*♥*´¯`*.¸¸.*´¯`**♥*´¯`*.¸¸.*´¯`**♥*´¯`*.¸¸.*´¯`**♥*´¯`*.¸¸.*´¯`*

É Brincando que se adquiri conhecimento!

BLOG - Cristiângela Ribeiro Soares

ESTADOS E CIDADES ONLINE NO MOMENTO


free stats

Christus Baby

quarta-feira, 21 de julho de 2010

A PRIMEIRA INFÂNCIA SEGUNDO PIAGET



Quem foi Jean Piaget

Jean Piaget (1896-1980) foi um psicólogo e filósofo suíço, conhecido pelo seu trabalho pioneiro no campo da inteligência infantil.

Piaget passou grande parte de sua carreira profissional interagindo com crianças e estudando o seu processo de raciocínio.

Os seus estudos tiveram um grande impacto sobre os campos da Psicologia e Pedagogia.


Os estágios de Piaget colocam a tónica na função intelectual do desenvolvimento.



Piaget considera 4 períodos no processo evolutivo da espécie humana que são caracterizados "por aquilo que o indivíduo consegue fazer melhor" no decorrer das diversas faixas etárias ao longo do seu processo de desenvolvimento (Furtado, op.cit.).

Ele não nega a existência e a importância de outras funções, mas delimita e especifica o campo da sua investigação ao domínio da epistemologia genética.


O desenvolvimento do indivíduo inicia-se no período intra-uterino e vai até aos 15 ou 16 anos.

Piaget diz que a embriologia humana evolui também após o nascimento, criando estruturas cada vez mais complexas.

Os períodos em que se dá este desenvolvimento motor, verbal e mental.


o Estágio sensório- motor (dos 0 aos 18/24 meses)


A ausência da função semiótica (é a capacidade que a criança tem de gerar imagens mentais )é a principal característica deste período.

A inteligência trabalha através das percepções (simbólico) e das ações (motor) através dos deslocamentos do próprio corpo.

É uma inteligência iminentemente prática.

Sua linguagem vai da ecolalia (repetição de sílabas)
à palavra-frase ("água" para dizer que quer beber água)
já que não representa mentalmente o objeto e as ações.
Sua conduta social, neste período, é de isolamento e indiferenciação
(o mundo é ele).



o Estágio pré- operatório (dos 2 aos 7 anos )



É dividido em em dois



Período Simbólico -
dos 2 anos aos 4 anos, aproximadamente.


Neste período surge a função semiótica que permite o surgimento da linguagem, do desenho, da imitação, da dramatização.
É o período da fantasia, do faz de conta, do jogo simbólico
falam ao mesmo tempo sem que respondam as argumentações dos outros


. Período Intuitivo - dos 4 anos aos 7 anos,


É a “idade dos porquês”, pois o indíviduo pergunta o tempo todo.

Distingue a fantasia do real, podendo dramatizar a fantasia sem que acredite nela. Seu pensamento continua centrado no seu próprio ponto de vista.
Quanto à linguagem não mantém uma conversação longa mas já é capaz de adaptar sua resposta às palavras do companheiro.

Os Períodos Simbólico e Intuitivo são também comumente apresentados como Período Pré-Operatório.



o Estágio das operações concretas ( dos 7 aos 11/12 anos)


É o período em que o indivíduo consolida as conservações de número, substância, volume e peso.
Já é capaz de ordenar elementos por seu tamanho (grandeza), incluindo conjuntos, organizando então o mundo de forma lógica ou operatória.
Sua organização social é a de bando, podendo participar de grupos maiores, chefiando e admitindo a chefia.
Já podem compreender regras, sendo fiéis a ela, e estabelecer compromissos.
A conversação torna-se possível (já é uma linguagem socializada), sem que no entanto possam discutrir diferentes pontos de vista para que cheguem a uma conclusão comum.



o Estágio das operações formais ( dos 11/12 aos 15/16 anos)


É o ápice do desenvolvimento da inteligência e corresponde ao nível de pensamento hipotético-dedutivo ou lógico-matemático.

É quando o indivíduo está apto para calcular uma probabilidade, libertando-se do concreto em proveito de interesses orientados para o futuro.




Cada estágio é definido por diferentes formas do pensamento.
A criança deve atravessar cada estágio segundo uma sequência regular, ou seja, os estádios de desenvolvimento cognitivo são sequenciais.
Se a criança não for estimulada / motivada na devida altura não conseguirá superar o atraso do seu desenvolvimento.



QUER SABER MAIS ?

http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/per09.htm
http://www.notapositiva.com/

Um comentário:

MEME Elvira disse...

Uy si habré estudiado a Piaget en la facultad. Estaba estudiando para profesorado de enseñanza primaria. Me lo hacés recordar, lindos momentos. Besitos